1045

16 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Lisboa e Vale do Tejo
Governo anuncia novos investimentos para a inovação social
AUTOR

João Quintas

DATA

18.07.2019

FOTOGRAFIA

dr

Governo anuncia novos investimentos para a inovação social

Após o investimento de cerca de 34 milhões de euros nas regiões Norte, Centro, Alentejo e Algarve, o ministro Nelson Souza anunciou, ontem, novos investimentos para a região de Lisboa e Vale do Tejo na área da inovação social.

 

O Governo vai investir 10 milhões de euros na inovação social, dos quais sete milhões de euros para ‘Parcerias para o Impacto’ e três milhões de euros para ‘Títulos de Impacto Social’, no âmbito da iniciativa ‘Portugal Inovação Social’, com financiamento do Programa Operacional Regional Lisboa 2020.

O anúncio foi feito esta quarta-feira pelo ministro do Planeamento, Nelson Souza, durante a sessão ‘Regeneração Urbana. Reabilitação, Inclusão e Inovação Social’, que teve lugar no Hub Criativo do Beato, em Lisboa.

Depois dos investimentos de quase 34 milhões de euros nas regiões do Norte, Centro, Alentejo e Algarve, o investimento agora anunciado alarga a intervenção da iniciativa alarga à região de Lisboa e Vale do Tejo, salientou o governante.

Na sessão, que contou também com a presença da secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, e com a secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque, foi feita ainda a apresentação de um aviso do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano para a Área Metropolitana de Lisboa, no valor de 22 milhões de euros, bem como o balanço das candidaturas recebidas no âmbito do programa Acesso+ a nível nacional, com dotação de 12,1 milhões de euros.

"O que foi anunciado foi a abertura de um concurso destinado a um projeto de regeneração urbana de 22 milhões de euros para apoiar projetos na Área Metropolitana de Lisboa, destinada a municípios", esclareceu Nelson de Souza, à margem da sessão.

De acordo com o ministro do Planeamento, os projetos vão permitir que os municípios apresentem propostas de reabilitação urbana e de espaço público, bem como, projetos de mobilidade urbana e reabilitação de bairros sociais, por forma a dar resposta a problemas sociais que atingem a região de Lisboa.

Todo este investimento vem "do Portugal 2020, mais especificamente do Programa Operacional Regional de Lisboa 2020", disse o ministro do Planeamento, acrescentando que as iniciativas são financiadas por "fundos comunitários, fundos estruturais e fundos comunitários europeus, que estão incluídos no Portugal 2020".

A sessão contou ainda com a participação do presidente da Área Metropolitana de Lisboa, Fernando Medina, da presidente da CCDR Lisboa e Vale do Tejo, Teresa Almeida, e do presidente da Estrutura de Missão Portugal Inovação Social, Filipe Almeida.

 

 

AUTOR

João Quintas

DATA

18.07.2019

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019