1009

26 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Legislativas a 4 outubro
PS é o único partido que reúne condições para uma maioria
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

23.07.2015

FOTOGRAFIA

Paulo Henriques

PS é o único partido que reúne condições para uma maioria

Para o Partido Socialista, as eleições legislativas, marcadas pelo Presidente da República (PR) para o próximo dia 4 de outubro, adquirem uma “nova dimensão” depois de Cavaco Silva ter considerado como “desejável” um Governo de maioria absoluta.

 

Opinião que é perfilhada por Ascenso Simões, diretor de campanha socialista e número um na lista do partido por Vila Real, salientado que o desejo manifestado pelo Presidente da República vem ao encontro do que há muito o PS vem defendendo.

Também o PS, recorda o dirigente socialista, compartilha a opinião do PR de que o próximo Governo, saído das eleições de outubro, deverá desfrutar de um apoio maioritário no Parlamento, podendo assim enfrentar de forma “mais sólida, estável e duradoura” os muitos problemas com que o país se confronta.

“É para isso que o PS está a trabalhar”, assume Ascenso Simões. Para devolver a dignidade ao país e aos portugueses, com políticas que tragam “mais riqueza e mais justiça social”, algo que, segundo o diretor de campanha do PS, “só os socialistas estão em condições de poder realizar” porque é a “única e verdadeira alternativa” à atual política da direita que tem promovido o desemprego, a emigração e a pobreza.

Ascenso Simões defende ainda que o PS é o “único partido” com possibilidade de governar o país que apresentou um programa consistente e um conjunto de metas de natureza orçamental e objetivos de natureza económica, que conseguem pôr Portugal a crescer e dar aos portugueses uma “nova esperança”.

Isto, porque é a única força política que reúne verdadeiramente as condições de poder cumprir alguns dos critérios que o Presidente da República identificou, designadamente a “apresentação de proposta claras e sustentáveis e também de futuro para a crise que temos vivido”.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

23.07.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019