1034

31 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Saúde e Educação
endividamento das famílias triplica
AUTOR

MARY RODRIGUES

DATA

16.10.2015

FOTOGRAFIA

Jorge Ferreira

endividamento das famílias triplica

No espaço de apenas um ano, o número de novos empréstimos contraídos pelas famílias para fazer face a despesas de saúde e educação quase triplicou, sendo que o valor médio das dívidas para este segmento é de 2500 euros.

 

Os dados divulgados pelo Banco de Portugal (BdP) revelam que o número de operações relativas a créditos e o montante concedido continuam acima do ano passado.

No que diz respeito, particularmente, ao número de contratos referentes a saúde, educação, energias renováveis e aluguer de equipamentos, verifica-se um aumento de 20% face a julho.

E se os dados forem comparados com agosto do ano passado, o número de créditos para esta finalidade cresceu 2,7 vezes.

Estes valores mostram que está a aumentar o número de portugueses que, perante crescentes dificuldades económicas, recorre ao endividamento para pagar despesas de saúde e educação, consideradas primárias.

Os outros tipos de crédito – como o automóvel, os cartões e linhas de crédito e facilidades de descoberto – recuaram em julho. Ainda assim, o número de operações e os valores envolvidos continuam superiores aos de agosto de 2014.

 

 

AUTOR

MARY RODRIGUES

DATA

16.10.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019