1034

31 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Banif
Estado garante integridade dos depósitos
AUTOR

Partido Socialista

DATA

16.12.2015

FOTOGRAFIA

Jorge Ferreira

Estado garante integridade dos depósitos

O primeiro-ministro, António Costa, assegurou ontem a garantia da integridade do dinheiro dos depositantes no Banif, independentemente dos montantes envolvidos, deixando uma mensagem de tranquilidade e de confiança no sistema financeiro português.

 

“Neste momento, o processo do Banif continua em apreciação nas instituições europeias, o processo de venda continua em curso e em qualquer circunstância o Estado garantirá sempre a integridade dos depósitos independentemente do seu montante”, declarou o líder do Executivo.

Dirigiu-se a "todos os depositantes do Banif, seja no continente ou nas regiões autónomas, seja ainda nas comunidades emigrantes”, o primeiro-ministro fez questão de deixar uma mensagem de tranquilidade.

“Independentemente da forma como decorra o processo de venda, que desejamos que corra bem, independentemente da forma como decorra o processo de apreciação na Comissão Europeia, que também desejamos que corra bem, há uma coisa que ficará sempre garantida, que é a da integridade do dinheiro dos depositantes, que será salvaguardada em qualquer circunstância. Portanto, não há nenhum motivo para os depositantes terem qualquer quebra de confiança na instituição”, assegurou.

 

Assegurar o interesse público e a proteção dos contribuintes

O primeiro-ministro disse ainda esperar que a solução para o banco “proteja o melhor possível o dinheiro dos contribuintes”. Mas advertiu “que a garantia que possa dar aos contribuintes não é a mesma que posso dar aos depositantes”.

“No final se fará a avaliação. É conhecido o montante que o Estado investiu no Banif direta ou indiretamente, entre o final de 2012 e princípios de 2013. Vamos aguardar que o processo decorra sem precipitações", afirmou António Costa.

O chefe de Governo afirmou ainda que assumirá “a responsabilidade de assegurar a melhor satisfação do interesse público e a melhor proteção dos interesses dos contribuintes”.

“Os dois principais valores são os da estabilidade e confiança no sistema financeiro e a garantia absoluta a todos os depositantes sobre a integral proteção das suas poupanças”, acrescentou.

 

AUTOR

Partido Socialista

DATA

16.12.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019