1103

06 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Ana Catarina Mendes
Os portugueses têm confiança no atual Governo
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

04.01.2016

FOTOGRAFIA

Jorge Ferreira

Os portugueses têm confiança no atual Governo

A maioria dos portugueses disse de forma inequívoca, nas recentes eleições legislativas, que queria uma mudança política clara, rejeitando os caminhos da austeridade que estavam a agravar profundamente os problemas sociais, defendeu Ana Catarina Mendes em reação ao discurso de Ano Novo do Presidente da República.

 

O que os portugueses expressaram nas urnas, no passado dia 4 de outubro, defendeu a Secretária-geral adjunta do PS, foi uma rejeição clara das políticas de austeridade levadas a cabo durante quatro anos e meio pelo anterior Governo de direita, políticas que “estavam a agravar profundamente a sua qualidade de vida e a aumentar os problemas sociais”.

Para a dirigente do PS, os portugueses, “que fazem Portugal todos os dias”, começam a dar sinais evidentes de confiança no Governo liderado por António Costa, não só porque honra a Constituição, ao contrário do que vinha a suceder com a coligação PSD/CDS, “repondo salários e pensões devidas”, como começou já a cumprir o que prometeu em campanha eleitoral de eliminar a sobretaxa do IRS, uma medida que foi imposta pelo anterior Governo de direita e que “estava a asfixiar a classe média”.

Ana Catarina Mendes afirma não ter dúvidas de que os portugueses estão hoje especialmente mais atentos à realidade que os cerca, não sendo já possível disfarçar as dificuldades que o sistema financeiro português enfrenta, reafirmando que em democracia “há sempre alternativas” e que nenhum povo “está condenado ao pensamento único”.

Garante que o Governo liderado por António Costa saberá enfrentar as dificuldades “com coragem”, designadamente em áreas tão sensíveis como o combate à exclusão social, a violência doméstica, o desemprego ou a pobreza, sectores que para Ana Catarina Mendes são uma parte importante da agenda “assumida com clareza e determinação pelo Governo do PS”, depois de uma governação da direita que “deixou um impressionante e nunca visto lastro de rutura social no nosso país”.

A dirigente socialista sublinhou ainda a garantia de que o Executivo socialista age no sentido da valorização da vida dos portugueses, “para que se possam realizar pessoal e profissionalmente no país”, sendo esta a “razão fundamental da ação do Governo do PS”, reafirmando a “identidade universalista dos portugueses” que se distingue das “pulsões extremistas e xenófobas” que emergem em “várias paragens” na Europa.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

04.01.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019