1069

18 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Serviço Nacional de Saúde
40 anos do SNS: Desafios para preparar o futuro
AUTOR

João Quintas

DATA

18.09.2019

FOTOGRAFIA

dr

40 anos do SNS: Desafios para preparar o futuro

Reforçar o investimento, melhorar o acesso, aumentar a produtividade e a motivação dos profissionais são os desafios apontados pela ministra da Saúde para o SNS.

 

"O Serviço Nacional de Saúde (SNS) precisa de melhorar a qualidade de acesso, motivar os profissionais de saúde e aumentar a sua produtividade e reforçar o investimento", indicou a ministra da Saúde, Marta Temido.

Falando na cerimónia de encerramento das comemorações do 40º aniversário do SNS, que decorreram ontem, no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, a ministra disse que é necessário preparar o SNS para os desafios futuros.,

"Apesar da relevância do caminho percorrido e das suas conquistas, a forma mais importante de comemorar o 40º aniversário do SNS será prepará-lo para o futuro. Ao longo dos últimos 40 anos a sociedade portuguesa modificou-se profundamente e essas modificações colocam novos desafios à sua organização", afirmou.

Para a ministra, o primeiro desafio está associado ao "envelhecimento demográfico, com as alterações epidemiológicas e as multimorbilidades", indicou Marta Temido, acrescentando que a conjugação de fatores tem criado uma "procura crescente" por cuidados de saúde.

A responsável pela pasta da Saúde referiu que, entre 2015 e 2018, registou-se um aumento de cerca de 5% no número de inscritos para consulta hospitalar através dos cuidados de saúde primários e, no mesmo período, o número de inscritos para cirurgia cresceu cerca de 7%.

“A resposta a este desafio implica melhorar a qualidade de acesso, continuando o investimento nos cuidados de saúde primários, conferindo-lhes meios mais diferenciados para responder em proximidade às necessidades, em articulação com as autarquias, e apostando na redução das listas de espera e introdução de cuidados de literacia para a adoção de estilos de vida saudáveis”, sustentou.

Para a governante, a “capacidade de superar os desafios que o SNS enfrenta envolve compromissos de todos os atores”.

“Da mesma forma que, para aprovar uma nova Lei de Bases da Saúde foi essencial a capacidade de trabalhar em conjunto e gerar entendimentos, melhorar a qualidade do acesso, estimular e motivar o orgulho pelo trabalho no SNS e planear e investir com rigor exigirá diálogo e transparência sobre o que nos move”, afirmou Marta Temido.

A ministra da Saúde considera que o SNS não é ”só um prestador de serviços, ele [Serviço Nacional de Saúde] é sobretudo um instrumento de combate às desigualdades e de reforço da coesão social”, pelo que, acrescentou, a sua melhoria “cabe a todos”, afirmou Marta Temido.

No âmbito desta sessão, foi apresentado o livro “40 anos do SNS”, da autoria da antiga jornalista Maria Elisa Domingues, e também um selo comemorativo da efeméride.

 

 

AUTOR

João Quintas

DATA

18.09.2019

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019