1034

31 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Uma década para Portugal
Economistas esclarecem PSD
AUTOR

PS

DATA

30.04.2015

FOTOGRAFIA

Jorge Ferreira

Economistas esclarecem PSD

O Grupo de Trabalho agradece o interesse suscitado pelo seu Relatório “Uma década para Portugal” e a forma generalizadamente positiva como a natureza do mesmo foi entendida pela sociedade portuguesa. Está inerente ao exercício realizado a disponibilidade do Grupo de Trabalho para esclarecer todos os aspetos relevantes acerca da metodologia utilizada na simulação e da natureza das propostas de políticas públicas incluídas no Relatório. É essa possibilidade que este conjunto de perguntas nos oferece e pela qual estamos muito agradecidos.

 

As respostas que se seguem às 29 questões colocadas focam-se simultaneamente na dimensão analítica do Relatório e nos mecanismos de política económica que o conjunto de medidas promove na economia portuguesa. Apenas uma total compreensão das duas dimensões permite uma avaliação coerente das medidas propostas.

Tratando-se de um exercício de simulação macroeconómico em que muitas das medidas foram desenhadas com recurso a informação microeconómica, alguns aspetos mais técnicos são agora mais cabalmente esclarecidos.

Resta referir que, dada a natureza inédita e o desejo de assegurar a verificabilidade e de sujeitar a contraditório esta simulação, nos encontramos ao dispor, num pleno exercício de cidadania, para prestar todos os esclarecimentos que os portugueses considerem necessários.

Como já referimos no Relatório:

“Este documento é para os cidadãos e para o debate no espaço público. É um documento que se revê na vontade de criar uma mudança, sustentada na confiança em cada cidadão, no esforço que todos possamos exercer para construir um futuro melhor. A efetividade das propostas avançadas neste documento beneficiará de um suporte social alargado, conseguido através dos parceiros e em sede de concertação social. Essa é a tradição europeia, que se materializa na acumulação de capital social, e que está na matriz destas propostas. Estes compromissos são instrumentais e estão na génese dos processos de desenvolvimento com mais sucesso na União Europeia. Não há razão para que em Portugal seja diferente.”

 

Consulte aqui o documento na íntegra enviado ao PSD.

AUTOR

PS

DATA

30.04.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019