988

22 Maio 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Biografia
António Costa elogia percurso e coragem política de Jorge Sampaio
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

10.04.2017

FOTOGRAFIA

DR

António Costa elogia percurso e coragem política de Jorge Sampaio

Jorge Sampaio, ao contrário da imagem que tem junto de alguns portugueses, é um político que “pondera tudo muito bem”, o que não significa “hesitação”, mas rigor e “exigência consigo próprio”, defendeu António Costa, durante a sessão de apresentação do segundo volume da biografia do ex-Presidente da República, que decorreu na passada sexta-feira na Fundação Calouste Gulbenkian.

 

Perante uma assistência que encheu por completo o anfiteatro da Fundação Gulbenkian, o Secretário-geral do PS e primeiro-ministro elogiou a coragem e a capacidade de decisão que “marcam o percurso político” de Jorge Sampaio, refutando a imagem que alguns lhe querem colar de se tratar de um político indeciso, quando na verdade, sustentou, em todos os momentos decisivos que enfrentou, o ex-Presidente da República “nunca hesitou”.

Não hesitou, como lembrou António Costa, quando em 1989 decidiu candidatar-se à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, liderando uma lista conjunta com o PCP e a UDP, vindo a triunfar nesse ato eleitoral. Assim como não vacilou, anos depois, ao ter tomado a decisão de se candidatar ao cargo de Presidente da República, como candidato de “toda a esquerda”, uma “decisão de risco”, como a classificou António Costa, até porque na altura ainda não tinha garantido o apoio do PS, infringindo, nesse ato eleitoral, a Cavaco Silva a “única derrota da sua carreira política”.

Quanto à explicação para a derrota que impôs a Marcelo Rebelo de Sousa, que liderava na altura uma coligação do PSD/CDS, nas eleições para a autarquia da capital, em 1989, numa campanha eleitoral em que Jorge Sampaio, como lembrou o atual primeiro-ministro, “partiu em desvantagem e se manteve praticamente até ao fim nessa situação”, António Costa defendeu que o ponto de viragem ter-se-á dado no debate televisivo que então teve lugar, tendo na altura Sampaio assumido uma postura decisiva e de grande “autenticidade”, obtendo então uma vitória indiscutível e “esmagadora” sobre o atual chefe de Estado, o que “inverteu as sondagens” tendo-lhe então proporcionado a vitória eleitoral.

Foram muitas as personalidades que quiseram estar presentes na Fundação Gulbenkian nesta sessão de apresentação do segundo volume da biografia de Jorge Sampaio, livro da autoria do jornalista José Pedro Castanheira.

Para além de António Costa e do próprio Jorge Sampaio, a sessão contou ainda com a presença de Eduardo Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, Francisco Pinto Balsemão, ex-primeiro-ministro, Artur Santos Silva, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Francisco Lousã, ex-coordenador do Bloco de Esquerda, Domingos Abrantes, dirigente histórico do PCP e membro do Conselho de Estado, Guilherme D’Oliveira Martins, ex-presidente do Tribunal de Contas, Eduardo Lourenço, ensaísta e conselheiro de Estado, Alberto Martins, ex-ministro da Justiça e ex-líder parlamentar do PS, e Rui Vilar, ex-presidente da Fundação Gulbenkian e atual administrador da Caixa Geral de Depósitos.

 

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

10.04.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019