988

22 Maio 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Economia
Atividade turística cresceu 10% em março
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

17.05.2017

FOTOGRAFIA

DR

Atividade turística cresceu 10% em março

A atividade turística em Portugal mantém uma trajetória positiva, tendo crescido 10% em março de 2017, face ao anterior mês de fevereiro. Um desenvolvimento assinalável que segundo a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, trouxe acrescidos proveitos, sobretudo à hotelaria, à restauração e ao comércio.

 

Segundo os dados ontem divulgados pelo INE, verificou-se no primeiro trimestre de 2017, em relação a igual período do ano anterior, subidas de 6,7% nos hóspedes e 5,6% nas dormidas, tendo-se registado, só no mês de março deste ano, 1,4 milhões de hóspedes e 3,7 milhões de dormidas, indicadores que renderam, só em relação a este mês, proveitos de cerca de 200 milhões de euros.

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, lembrou que apesar do “efeito Páscoa”, que no ano passado calhou no mês de março e este ano em abril, nem por isso, como referiu, os resultados face ao período homólogo “registaram um abrandamento muito assinalável”, tendo havido mesmo um crescimento no número de hóspedes, e um crescimento “muito assinalável” dos proveitos para a hotelaria, cenário que na opinião da governante significa que Portugal está a “conseguir crescer em valor”.

Ana Mendes Godinho salientou ainda a “diversificação dos mercados emissores”, com crescimentos expressivos de 87,3% no mercado brasileiro, 43,9% no mercado polaco e 30,4% no mercado norte-americano, salientando ainda que, “apesar do Brexit”, o mercado do Reino Unido “continua a registar um comportamento muito positivo”, tendo-se mesmo assinalado um crescimento de 5,7% de turistas britânicos no mês de março e no trimestre face aos períodos homólogos.

Em março de 2017, ainda segundo a secretária de Estado, o crescimento da atividade turística sentiu-se sobretudo na Região Autónoma dos Açores, com mais 10,8%, na Área Metropolitana de Lisboa, com mais 6,3% e na Região Autónoma da Madeira, onde se registou igualmente uma subida da atividade turística de mais 3,1%.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

17.05.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019