1103

06 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Poder local
Autarcas socialistas querem reposição das 35 horas
AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

18.05.2015

FOTOGRAFIA

PS

Autarcas socialistas querem reposição das 35 horas

A Associação Nacional dos Autarcas Socialistas (ANA-PS) vai interpelar o Governo para retomar as 35 horas de trabalho semanal na administração pública, garantiu José Luís Carneiro, à margem da assembleia geral desta estrutura, realizada em Elvas.

 

Citando uma das conclusões primordiais de um estudo do Centro de Investigação da Universidade do Minho que indica que a redução do horário e a sua flexibilização tem impactos “muito positivos” e “determinantes” na forma como as famílias concebem a possibilidade de virem a ter filhos, o presidente da ANA-PS sublinhou o empenho e a determinação dos autarcas socialistas na defesa da autonomia do poder local, nomeadamente no que diz respeito à reposição das 35 horas laborais.

“Aquilo que nós dizemos nesta assembleia geral é que o Governo (…) deve respeitar a autonomia do poder local e possibilitar que as autarquias, no âmbito dos acordos coletivos de trabalho, possam aplicar as 35 horas aos seus funcionários, porque se conclui também com trabalhos de natureza científica, que esse regime laboral é um regime laboral não apenas favorável às políticas de família, mas também às políticas de estímulo à natalidade, que são hoje tão essenciais às políticas do país”, explicou José Luís Carneiro.

Os autarcas socialistas ouviram um conjunto de conclusões relativas a uma investigação dirigida pelo professor e investigador Fernando Cabodeira, onde foram inquiridas as 308 autarquias portuguesas e das quais 165 responderam.

José Luís Carneiro, que é também presidente da Federação do PS/Porto e da Câmara de Baião, acrescentou que as conclusões do estudo científico reforçam a “posição política” que vai no sentido de se retomarem “as 35 horas na administração pública, nomeadamente no âmbito do poder local”.

AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

18.05.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019