867

19 Nov 2018

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Parlamento
PS quer que CNPD explique violação de dados pessoais
AUTOR

Partido Socialista

DATA

06.04.2018

FOTOGRAFIA

Partido Socialista

PS quer que CNPD explique violação de dados pessoais

O PS quer ouvir no Parlamento, com caráter de urgência, a presidente da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) sobre a alegada violação de dados pessoais de utilizadores portugueses do Facebook.

 

A decisão de chamar Filipa Calvão à Assembleia da República, mais concretamente à Comissão de Assuntos Constitucionais, foi anunciada pelo vice-presidente da bancada socialista Filipe Neto Brandão. Trata-se de "uma preocupação de todos os cidadãos que utilizam as redes sociais", justificou, lembrando que a própria rede social Facebook já confirmou que os dados pessoais de largas dezenas de milhares de cidadãos portugueses terão sido incluídos "neste escândalo planetário".

Segundo o vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS, "face ao que prescreve a Constituição da República Portuguesa e a lei, a confirmarem-se tais notícias, isso configurará uma gravíssima violação da lei. E a entidade administrativa independente - a quem a lei atribui a competência para a fiscalização, controlo e punição de uso ilegítimo e indevido de dados pessoais, a CNPD - deve dar a curto prazo, obviamente, uma resposta institucional".

“Tal não pode deixar de merecer uma resposta legal, sendo punidos os responsáveis", salientou Filipe Neto Brandão.

A consultora britânica Cambridge Analytica pode ter acedido a dados de cerca de 63.080 utilizadores do Facebook em Portugal, de acordo com fonte oficial da rede social norte-americana divulgada na quinta-feira.

Em dados partilhados pela empresa, o Facebook confirma que o número de utilizadores que descarregaram a aplicação que terá obtido os dados, a "thisisyourdigitallife", em Portugal rondou os 15.

 

 

 

 

 

 

 

 

AUTOR

Partido Socialista

DATA

06.04.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1411
Maio 2018