985

17 Maio 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Partido Socialista
1000 dias de Governo – Economia, Finanças e crescimento
AUTOR

Partido Socialista

DATA

19.09.2018

FOTOGRAFIA

Partido Socialista

1000 dias de Governo – Economia, Finanças e crescimento

O Governo do Partido Socialista cumpriu 1000 dias, demonstrando que havia mesmo um outro caminho. Portugal está hoje melhor e com voz própria na Europa, com mais crescimento e emprego, as famílias portuguesas recuperaram rendimentos e, sobretudo, readquiriram esperança e confiança.

Cumprimos os compromissos com o país e os portugueses, demonstrando que era mesmo possível, com exigência e competência, devolver rendimentos e poder de compra às pessoas, garantir o equilíbrio das contas públicas e colocar a economia a crescer.

 

FINANÇAS & ECONOMIA

  • Eliminação da sobretaxa do IRS;
  • Reposição dos feriados;
  • Reposição do subsídio de Natal e do subsídio de férias;
  • Revisão dos escalões de IRS beneficiando cerca de 1,6 milhões de famílias
  • Lançamento do programa Linha Capitalizar para apoio à capitalização das empresas e à retoma do investimento, bem como para melhorar as condições de acesso ao financiamento das micro, pequenas e médias empresas;
  • A recuperação de Portugal ganhou força, com o crescimento do PIB em 2,7% em 2017, favorecido pela aceleração do investimento e das exportações;
  • As exportações portuguesas cresceram 8% em 2017, o terceiro Estado-Membro com maior aumento das exportações;
  • As exportações de bens aumentaram mais de 10,1% em 2017, o maior crescimento desde 2011;
  • Os fundos executados no PT2020 atingiram 7 mil milhões de euros em junho de 2018;
  • A avaliação dos portugueses da situação económica é a melhor dos últimos 13 anos;
  • Segundo a Comissão Europeia, “a Economia portuguesa continua a recuperar, quer em termos de crescimentos, quer em termos de emprego”;
  • O défice, em 2017, foi de 0,9% do PIB, o valor mais baixo da história da nossa Democracia.

 

COMPROMISSOS INTERNACIONAIS

  • Portugal saiu do procedimento de défice excessivo, que era aplicado a Portugal desde 2009. A Comissão Europeia descreveu este feito como “impressionante”, tendo dado “os parabéns aos Portugueses por tudo o que alcançaram”;
  • Portugal pagou antecipadamente ao FMI mais de mil milhões de euros o ano passado, o que foi referido como “história de sucesso”;
  • A dívida pública foi reduzida em quase 4%, tendo o peso da dívida pública no PIB atingido em dezembro o valor mais baixo desde 2012 (126,2%);
  • O Programa de Estabilidade prevê que tenhamos excedente orçamental (ou seja, superavit) a partir de 2020;
  • Programa de Estabilidade prevê que a dívida pública caia em 2018 para 122,2% e nos próximos 5 anos para 102% da riqueza produzida.

 

Juntos fazemos Portugal Melhor.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

19.09.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1412
Fevereiro 2019