986

20 Maio 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

DESCENTRALIZAÇÃO
PS elogia compromissos assumidos pelos municípios
AUTOR

João Quintas

DATA

04.02.2019

FOTOGRAFIA

dr

PS elogia compromissos assumidos pelos municípios

O Partido Socialista congratulou-se com a significativa adesão ao processo de transferência de competências para as autarquias já no ano de 2019, considerando que a assunção de competências em diversas áreas, por cerca de 180 municípios de todos os quadrantes políticos, consagra o princípio de um melhor serviço às populações.

 

Em comunicado, o PS salienta que o atual Governo socialista “comprometeu-se com o reforço da autonomia do Poder Local, as suas competências e os meios financeiros disponíveis para o efeito”, bem como com “o cumprimento da Lei das Finanças Locais e a aproximação aos níveis europeus da participação nas receitas do estado por parte das autarquias”.

“O Partido Socialista congratula-se com a assunção dos compromissos assumidos e com a adesão de mais de uma centena de municípios, de todos os quadrantes políticos, ao processo de descentralização, convictos que estamos que desta forma conseguiremos um melhor serviço às populações”, sublinha o texto do comunicado.

 

Dois terços dos municípios assumem novas competências já em 2019

180 dos 278 municípios do Continente decidiram aderir já este ano à descentralização de competências, em diferentes áreas que têm vindo a ser exercidas pela administração central e que, no âmbito do processo de descentralização, vão agora passar a estar sob a égide das entidades intermunicipais e das autarquias.

Para o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, o processo "é um notável sucesso" que “tem todo o sentido" e que resulta do trabalho desenvolvido entre o Governo, a Associação Nacional de Municípios (ANMP) e a Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE).

“Tem sentido esta confiança de que, localmente, numa dimensão de proximidade, é possível gerir melhor as políticas públicas”, salienta o governante.

Terminado o prazo, no dia 2 de fevereiro, para os municípios comunicarem à Direção-Geral das Autarquias Locais (DGAL) a decisão de aderirem, este ano, à maior reforma do Estado, a aceitação de competências por área setorial varia da seguinte forma:

- Praias (144 municípios);
- Exploração das modalidades afins de jogos de fortuna ou azar (136);
- Vias de comunicação (129);
- Justiça (129);
- Associações de Bombeiros (149);
- Estruturas de Atendimento ao Cidadão (154);
- Habitação (129);
- Património imobiliário público sem utilização (171);
- Estacionamento Público (119)

Recorde-se que a Lei-quadro da Descentralização prevê um período transitório, até 2021, para que os municípios possam assumir e exercer as novas competências.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1412
Fevereiro 2019