1088

15 Nov 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Europeias 2019
Sucesso da governação do PS merece voto de confiança dos portugueses
AUTOR

Partido Socialista

DATA

01.04.2019

FOTOGRAFIA

dr

Sucesso da governação do PS merece voto de confiança dos portugueses

O Secretário-geral do PS, António Costa, afirmou no sábado, em Felgueiras, que o sucesso da governação socialista está a marcar, pelo incómodo, a campanha dos partidos da direita, apelando a um voto de confiança dos portugueses nas europeias.

 

“A única coisa que fazem é uma campanha contra o PS. Querem nestas eleições vingar-se daquilo que tem sido o sucesso da ação governativa do Partido Socialista ao longo destes três anos”, afirmou António Costa, discursando num jantar de pré-campanha, na Lixa, concelho de Felgueiras.

O líder do PS, acompanhado do cabeça-de-lista às eleições europeias, Pedro Marques, sublinhou a importância de uma forte mobilização para os combates que se avizinham. “Quando eles nos atacam, só têm um objetivo, que é enfraquecer o PS, enfraquecer o Governo, derrubar o Governo e destruir tudo aquilo que conseguimos recuperar nos últimos três anos. E nós não vamos permitir o regresso daquela direita que não deixou boa memória no nosso país”, garantiu.

Falando perante várias centenas de pessoas que enchiam o pavilhão da Casa do Povo de Borba de Godim, António Costa deixou uma mensagem clara: “Eles não nos perdoam, porque eles acreditavam mesmo que era necessário continuar com a austeridade, continuar a cortar nos salários, continuar a cortar nas pensões, continuar a aumentar os impostos para podermos ter contas certas”.

Para o líder socialista, PSD e CDS estão incomodados, porque o PS pode orgulhar-se de apresentar uma governação “com contas em dia”, tendo “reposto os salários, tendo reposto as pensões e aumentado a justiça fiscal em Portugal”.

Salientando que as eleições europeias de 26 de maio são um momento de fundamental importância para a clarificação do projeto de futuro para o país, António Costa lançou um repto aos portugueses.

“Eu quero aqui dizer, olhos nos olhos, a todos: quem não deve não teme, nós não devemos e não tememos. É por isso que nós pedimos aos portugueses que, nestas eleições, nos deem um voto de confiança para podermos continuar a governar, para podermos continuar a melhorar as condições de vida dos portugueses”, sustentou.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

01.04.2019

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019