1103

06 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

DEBATE
LGBT – Vivências e Direitos
AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

10.07.2015

FOTOGRAFIA

PS

LGBT – Vivências e Direitos

“Empenhados no combate contra a austeridade política e económica, os socialistas não esquecem o combate contra a austeridade humana e social”, garantiu a secretária nacional do PS para o Trabalho, Wanda Guimarães, ao anunciar a realização do Debate “LGBT – Vivências e Direitos”.

 

O evento decorrerá nos jardins do Palácio Praia, sede nacional do PS, em Lisboa, no dia 14 de julho, pelas 18h00, quando se realizará um convívio-receção seguido de um espaço de debate a ter início meia hora depois.

Moderado pela deputada do PS na Assembleia da República, Isabel Moreira, o debate contará com as intervenções de Gustavo Briz, presidente da Rede Ex-Aequo, Maria Lima de Faria, presidente da Amplos, e Maria da Luz Góis, membro da direção desta associação, Paulo Corte-Real, vice-presidente da ILGA-Portugal. A secretária nacional Wanda Guimarães encerrará o debate, pelas 20h30.

Segundo adiantou ao AS Digital, a iniciativa tem como objetivo central “dar voz aos protagonistas de situações discriminatórias para sermos mais eficazes no combate às discriminações”.

“Defendemos um modelo social estruturado em novas relações sociais e que tome em consideração as diferentes formas como uns e outras sofrem as discriminações por razões de sexo, género, classe, origem étnica, religião ou crença, deficiência, idade, orientação sexual ou identidade de género”, declarou Wanda Guimarães, lembrando que esquerda e direita mantêm posicionamentos diferentes perante estes assuntos.

“A direita entende que algumas destas questões são “fraturantes” e mesmo “menores”, mas não é esse o entendimento do Partido Socialista”, frisou a dirigente nacional, insistindo na importância de “dar voz e saber ouvir vivências e experiências da população LGBT para que com eles e elas possamos aprender com realidades distintas”.

 

AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

10.07.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019