1022

15 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Carlos César
Europeias devem confirmar PS como o maior partido português
AUTOR

Partido Socialista

DATA

20.05.2019

FOTOGRAFIA

dr

Europeias devem confirmar PS como o maior partido português

Carlos César defendeu ontem que as eleições europeias do próximo dia 26 de maio “devem confirmar o PS em Portugal como o maior partido português” e sublinhou o “sucesso” do atual Executivo, que “deve ser referendado nestas eleições”.

 

No jantar-comício em Vila Franca do Campo, na ilha de São Miguel, o líder parlamentar socialista recordou que Portugal, nos últimos quatro anos, ficou a “crescer mais do que a União Europeia, mais do que a média da zona euro”. “Diminuímos o flagelo do desemprego, em especial o desemprego jovem, e criámos mais de 350 mil empregos ao longo destes quase quatro anos”, ao mesmo tempo que se tem aplicado uma “carga fiscal inferior à média da União Europeia e da zona euro”, apontou.

O Governo do Partido Socialista conseguiu, assim, recolher “prestígio interno e externo”. Por isso, “estas eleições europeias devem confirmar o PS em Portugal como o maior partido português e o maior partido socialista democrático em toda a Europa”, asseverou.

O também presidente do PS frisou que o partido “é o único grande partido nos Açores que respondeu à chamada dos açorianos para uma representação no Parlamento Europeu”, algo que “não pode deixar de ser valorizado”.

Segundo Carlos César, “não é fácil” em Portugal defender as autonomias regionais “e ter a coragem de dizer que nas listas do PS as regiões autónomas estão num lugar de honra”, num elogio a António Costa.

 

Vasco Cordeiro apela ao voto no PS para garantir uma voz açoriana

Intervindo também no encontro, o líder dos socialistas dos Açores, Vasco Cordeiro, apelou ao voto dos açorianos nas europeias, afirmando que “a resposta” para a região está no Partido Socialista.

O presidente do PS/Açores frisou que o próximo dia 26 de maio é o “verdadeiro toque a rebate para todos aqueles que acreditam numa Europa sinónimo de liberdade, de paz, de progresso, de união, para todos aqueles que acreditam numa Europa que não deixa ninguém para trás”.

Dirigindo-se diretamente aos agricultores, aos pescadores, aos empresários, aos jovens e às famílias da região, Vasco Cordeiro realçou que nas eleições do próximo domingo “não estão apenas em causa mais ou menos verbas, fundos, apoios ou programas comunitários”, mas sim a existência de uma Europa que “ajuda à competitividade da nossa economia, ajuda a criar riqueza e a criar empregos também aqui nos Açores”.

“Queremos que a Europa seja um sinónimo permanente de melhores condições de vida para os nossos filhos”, sublinhou.

Vasco Cordeiro destacou ainda a presença de António Costa neste comício, afirmando que constitui “mais uma prova do cuidado, da atenção, do empenho” que o Secretário-geral do PS e o partido colocam “no relacionamento com as autonomias regionais e, em concreto, aqui com os Açores”.

“O voto no Partido Socialista, para eleger André Bradford ao Parlamento Europeu para ser a voz dos Açores na Europa, para zelar pelos interesses dos Açores é, por isso, a melhor opção para os açorianos no próximo dia 26 de maio”, concluiu Vasco Cordeiro.

 

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019