1070

21 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Finanças
Contribuintes receberam este ano mais 340 milhões de euros em reembolsos do IRS
AUTOR

Partido Socialista

DATA

26.07.2019

FOTOGRAFIA

dr

Contribuintes receberam este ano mais 340 milhões de euros em reembolsos do IRS

Segundo nota divulgada no Portal das Finanças, o fisco devolveu este ano de 2019 aos contribuintes 2,95 mil milhões de euros em reembolsos no IRS, superando em 342,97 milhões de euros o valor atribuído no ano passado.

 

Num balanço sobre os reembolsos do IRS feitos este ano, é revelado que até ao passado dia 22 de julho foram emitidos 2.831.266 reembolsos num total de 2,95 mil milhões de euros, registando-se que este ano houve um aumento de 190.260 no número de reembolsos.

Ainda segundo a Autoridade Tributária, o prazo médio dos reembolsos, “contado entre a data da entrega da declaração anual e a data em que o valor entra na conta do contribuinte”, foi este ano de “16 dias, baixando em um dia face a 2018”.

Em vésperas de o processo de liquidação do IRS estar “praticamente concluído”, verifica-se que do total das declarações “53% deram origem a reembolsos de imposto aos contribuintes, enquanto em 15% foi apurado imposto a pagar pelos contribuintes”, sendo que os restantes 32% de casos “correspondem a liquidações nulas ou casos em que não foi apurado imposto a reembolsar nem imposto a pagar”.

Ainda segundo a nota, a maioria dos contribuintes, cerca de 78%, que apresentaram despesas de saúde, educação, formação, imóveis e lares “confirmaram os valores pré-calculados pela Autoridade Tributária e Aduaneira com base nas faturas inseridas ou comunicadas ao Portal das Finanças”.

Já quanto aos contribuintes abrangidos pelo IRS automático, que este ano de 2019 foi “alargado aos que possuem Planos-Poupança Reforma (PPR)”, verificou-se um universo de 84 mil que prescindiram de fazer a confirmação da declaração disponibilizada pela Autoridade Tributária, sendo que 72% “têm imposto a recuperar”, ou seja, “vão receber uma nota de reembolso no valor total de 16 milhões de euros”.

 

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019