1022

15 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Xavier Bettel elogia governação de “boas contas públicas” e “com justo equilíbrio”
Luxemburgo distingue António Costa com Grã-Cruz do Mérito
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

26.06.2019

FOTOGRAFIA

dr

Luxemburgo distingue António Costa com Grã-Cruz do Mérito

O primeiro-ministro, António Costa, foi ontem distinguido com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito do Luxemburgo pelo trabalho que tem vindo a desenvolver à frente do Governo português, recebendo do seu homólogo do grão-ducado, Xavier Bettel, rasgados elogios pelo desempenho do seu mandato.

 

O primeiro-ministro português foi ontem agraciado em Lisboa pelo Governo luxemburguês com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito num dia em que se assinalou o Dia Nacional do Luxemburgo, tendo na ocasião o líder do Executivo do grã-ducado, Xavier Bettel, elogiado o seu homólogo português, lembrando que António Costa conseguiu em pouco mais de três anos e meio executar políticas nas quais “os portugueses reencontraram a esperança”, liderando um “Governo que funciona” dentro de um “justo equilíbrio”.

Para Xavier Bettel, o Governo português liderado por António Costa tem o enorme mérito de ter conseguido em apenas uma legislatura ultrapassar as enormes dificuldades por que passou Portugal, recolocando o país no caminho das “boas contas públicas”, o que lhe valeu, desde logo, como salientou, ter “saído do Procedimento por Défice Excessivo”, isto sem nunca ter deixado para trás um conjunto de outras preocupações e de políticas progressistas com destaque para as da área da “transição ecológica e do combate às alterações climáticas”.

O líder do Governo do Grão-Ducado teve ainda oportunidade para agradecer a António Costa a participação ativa do Governo português na construção de uma Europa mais justa e equilibrada, enaltecendo o seu trabalho com todos os países, sejam “grandes ou pequenos, do Sul ou do Norte, do Leste ou do Oeste”.

 

Distinção coletiva

Em resposta, António Costa agradeceu as palavras do seu homólogo luxemburguês, tendo-se mostrado “muito honrado” pela distinção de que foi alvo, lembrando ainda a amizade que o une a Xavier Bettel, “desenvolvida no seio do Conselho Europeu ao longo dos últimos anos”, tendo na ocasião manifestado o desejo de que a Grã-Cruz da Ordem do Mérito não consagre apenas o reconhecimento do trabalho a título individual, mas antes e sobretudo que seja uma distinção e um louvor ao “valor da comunidade portuguesa que habita no Luxemburgo e da comunidade luxemburguesa que vive e trabalha em Portugal”.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

26.06.2019

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019