1107

12 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Aprovadas as listas de candidatos a deputados
Renovação, unidade e competência
AUTOR

J. C. Castelo Branco

DATA

22.07.2015

FOTOGRAFIA

Paulo Henriques

Renovação, unidade e competência

O presidente do PS, Carlos César, defendeu ontem que as listas de candidatos a deputados às legislativas representam uma “renovação quase sem precedentes” na história do partido, acrescentando que os socialistas saíram “reforçados” do processo de escolha dos parlamentares.

 

Carlos César falava aos jornalistas no final da Comissão Política do PS, que aprovou as listas de candidatos a deputados socialistas em todos os círculos eleitorais do país.

“As listas aprovadas em Comissão Política Nacional do PS representam um ato de renovação quase sem precedentes na vida do partido”, disse, adiantando que “entre 230 candidatos efetivos, 166 fazem-no pela primeira vez, evidenciando a capacidade do PS em mobilizar novos contributos”.

Segundo o ex-presidente do Governo Regional dos Açores, os socialistas saíram “reforçados” do processo de escolha dos deputados, já que, sublinhou, “este é um processo que é sempre complexo pelas suscetibilidades que gera e pela diversidade que inclui”.

 

Unidade e qualidade das listas

Carlos César salientou ainda que “triunfou uma linha essencial da liderança do PS: A renovação programática, mas também ao nível dos recursos humanos que emprega para o futuro do país”.

O presidente dos socialistas elogiou ainda o contributo de Álvaro Beleza, ex-membro do Secretariado Nacional, “para a unidade e para a qualidade das listas” de candidatos a deputados do PS.

Acrescentou ainda que “a unidade que nós preferimos é a unidade na diversidade. Valorizamos os descontentamentos e a satisfação. Nesta Comissão Política Nacional do PS, a satisfação foi esmagadora e saiu daqui um partido renovado”.

 

AUTOR

J. C. Castelo Branco

DATA

22.07.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019