1034

31 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Comboio da Confiança
António Costa em contacto com os portugueses
AUTOR

MARY RODRIGUES

DATA

04.09.2015

FOTOGRAFIA

Clara Azevedo

António Costa em contacto com os portugueses

O Comboio da Confiança partiu de Lisboa em direção ao Porto, num percurso pela linha Norte, no qual o Secretário-geral do PS contactou e ouviu as pessoas, respondeu às perguntas e inquietações dos portugueses, dando a conhecer as soluções e as alternativas socialistas e apelando à verdadeira solidariedade no drama dos refugiados.

 

Na primeira paragem, no Entroncamento, António Costa ouviu a população queixar-se da falta de dinheiro e de emprego, defendendo a prioridade da ferrovia na política de transportes.

Iniciando um percurso que o levou ao final da tarde ao Porto, último ponto da sua jornada de campanha, sempre feita de comboio, o líder do PS salientou que “a aposta na ferrovia é uma aposta clara da União Europeia”.

Acompanhado pelo cabeça de lista por Santarém, Vieira da Silva, e pelo presidente da autarquia local, Jorge Faria, o Secretário-geral do PS aproveitou para defender as potencialidades do Entroncamento como nó ferroviário nacional e a importância da aposta no comboio ao nível das políticas de mobilidade.

Em Pombal, António Costa destacou os valores da Revolução dos Cravos na figura de Salgueiro Maia e responsabilizou a coligação PSD/CDS pelas sucessivas tentativas de desmantelamento dos serviços públicos, condenando o ataque da direita ao princípio da igualdade de oportunidades.

Depois de se ter dado um “viva” ao 25 de Abril, o líder socialista, ladeado pela cabeça de lista socialista por Leiria, Margarida Marques, e pelo líder da federação do PS, José Miguel Medeiros, falou da “defesa de valores da democracia portuguesa” como “o direito à Segurança Social, ao Serviço Nacional de Saúde e à escola pública”.

O Secretário-geral do PS, nesta sua paragem em Pombal, onde almoçou antes de partir para Coimbra, além de ter prestado homenagem aos "capitães de Abril" e à conquista da liberdade, também sublinhou os valores que o PS quer defender.

“O PS quer uma democracia com um Estado Social forte, com Segurança Social para todos, Serviço Nacional de Saúde e escola pública. Essa é a democracia do 25 de Abril”, insistiu, recebendo palmas.

Depois, voltou ao trágico tema dos refugiados para sustentar que o acolhimento tem de ser prestado em condições dignas e não numa lógica de caridade.

"A política de apoio aos refugiados não é a política de caridade, abrindo-se fronteiras para se colocar pessoas em campos de refugiados e dando um prato para as pessoas se alimentarem. É preciso dar novas oportunidades de vida", frisou o líder socialista, acrescentando que "na Europa temos de honrar os nossos valores, acolhendo os refugiados e dando-lhes novas oportunidades”.

O Comboio da Confiança levará ainda António Costa a realizar paragens em Coimbra e Aveiro, até ao destino no Porto, onde participará num passeio até ao Cais da Ribeira.

AUTOR

MARY RODRIGUES

DATA

04.09.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019