1104

09 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Reunião com PCP
Criar condições para virar página da austeridade
AUTOR

J. C. Castelo Branco

DATA

08.10.2015

FOTOGRAFIA

Jorge Ferreira

Criar condições para virar página da austeridade

António Costa considerou ontem que há condições para se desenvolver com o PCP um “trabalho sério” e “aprofundar pontos de convergência”, tendo em vista “virar a página da austeridade”.

 

O Secretário-geral do PS falava no final da reunião com o PCP, na sede nacional deste partido, que se destinou a analisar o novo quadro partidário saído das eleições legislativas.

“Foi um diálogo muito franco. Nos próximos dias, há condições para aprofundar pontos de convergência identificados nesta reunião, dando-lhes expressão institucional”, afirmou António Costa, que se encontrava acompanhado pelo presidente do PS, Carlos César, pelos dirigentes socialistas Pedro Nuno Santos e Ana Catarina Mendes e pelo coordenador do cenário macroeconómico do partido, Mário Centeno.

O líder socialista salientou que, durante a reunião com o PCP, estiveram em discussão políticas que podem ser comuns, tendo em vista “virar a página da austeridade”, e não modelos institucionais de Governo.

 

Alteração de políticas em Portugal

“Não tratamos das formas de Governo, mas das políticas. Era preciso apurar o que, além da divergência, havia de convergência. Não estivemos a trabalhar sobre o que nos divide, mas a trabalhar em torno de perspetivas comuns e atuações prioritárias que correspondam à vontade dos cidadãos para que haja uma alteração de políticas em Portugal”, disse.

“O que estamos discutir não é o programa dos partidos, porque cada um tem o seu programa. O que estamos a discutir são as medidas de políticas consideradas prioritárias para o país, tendo em vista haver uma inversão da política seguida, dando satisfação e expressão institucional àquilo que foi a vontade dos portugueses” nas eleições de 4 de outubro.

António Costa salientou ainda que a viragem da política de austeridade “é um ponto cimeiro da agenda económica do PS e é também, como é sabido, da do PCP”, defendendo que “a concretização dessa viragem traduz-se num conjunto de medidas que é necessário trabalhar”.

 

AUTOR

J. C. Castelo Branco

DATA

08.10.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019