806

18 Jul 2018

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Primeiro-ministro recebeu Jean-Claude Juncker
António Costa quer Europa com melhores instrumentos de proteção civil

António Costa quer Europa com melhores instrumentos de proteção civil

É positivo que Jean-Claude Juncker tenha anunciado que pretende reabrir o processo para reforçar o Mecanismos Europeu de Proteção Civil, afirmou António Costa, momentos antes de receber em São Bento o presidente da Comissão Europeia.

 

O primeiro-ministro, António Costa, elogiou ontem, no final da reunião de cerca de 45 minutos que manteve com o presidente da Comissão Europeia, e em que participou também o comissário português Carlos Moedas, o anúncio feito por Jean-Claude Juncker de que a Comissão Europeia vai reabrir o processo para reforçar o Mecanismos Europeu de Proteção Civil, estrutura que na opinião de António Costa, quando estiver no terreno, contribuirá para “impulsionar o projeto piloto português para a reestruturação da floresta”.

Falando aos jornalistas no final do encontro que manteve com o líder da Comissão Europeia, o primeiro-ministro, depois de agradecer o apoio da União Europeia a Portugal, “após os incêndios” de junho e de outubro, uma tragédia que no seu conjunto, lembrou António Costa, provocou mais de 100 mortos, agradeceu ao presidente Jean-Claude Juncker por “toda a solidariedade manifestada pela União Europeia”, quer através do próprio Mecanismo Europeu de Solidariedade, quer também, como acrescentou, ao “nível da mobilização de meios de apoio à proteção civil”.

O primeiro-ministro fez ainda questão de testemunhar que por várias vezes Jean-Claude Juncker pretendeu reabrir o processo para reforçar o Mecanismo Europeu de Proteção Civil, lembrando que o processo só não foi em frente há mais tempo, porque o presidente da Comissão Europeia tinha que “aguardar pela aprovação dos Estados-membros”, algo que só agora, ao que tudo indica, irá acontecer.

O chefe do Governo elogiou ainda Jean-Claude Juncker por ter pedido à comissária europeia responsável pela política regional para “estudar a forma de Portugal poder ter um projeto piloto”, visando o “reforço da reestruturação da floresta portuguesa”, justificando a este propósito António Costa, que é “preciso aumentar a prevenção estrutural contra incêndios”, porque o país, adiantou, tem de “possuir melhores condições para que não voltemos a ser confrontados com as ameaças que sofremos este verão”.

 

Elogios à governação portuguesa

Antes deste encontro em São Bento com o primeiro-ministro, o presidente da Comissão Europeia esteve reunido em Belém com o Presidente da República, tendo à saída elogiado António Costa por ter “endireitado e restaurado” as finanças públicas portuguesas, considerando que o Governo teve um “desempenho extraordinário” ao ter conseguido baixar o défice orçamental para pouco mais do que 1% do produto.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1411
Maio 2018