1071

22 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

#SomosEuropa
Maria Manuel Leitão Marques quer levar criatividade portuguesa às instituições europeias
AUTOR

Partido Socialista

DATA

19.03.2019

FOTOGRAFIA

jorge ferreira

Maria Manuel Leitão Marques quer levar criatividade portuguesa às instituições europeias

“É preciso levar a criatividade portuguesa para a Europa”. A ex-ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, agora candidata ao Parlamento Europeu, considera que é tão importante ser eurodeputada como membro do Governo e considera que faz todo o sentido levar também às instituições europeias as metas que foram alcançadas no país na simplificação administrativa ao serviço dos cidadãos.

 

“Precisamos de uma visão simplificadora [na Europa] em que Portugal foi exemplo. Em particular a relação com os fundos estruturais, mas em outros domínios também, deve ser mais simples e menos complexa”, sustenta a candidata socialista, relevando que o trabalho desenvolvido pelo governo português nos últimos três anos e meio contribuiu para que o país seja hoje visto de forma diferente em Bruxelas.

“Com este Governo, Portugal demonstrou que era possível ter contas certas e ao mesmo tempo aumentar o rendimento das pessoas, combater a pobreza, promover o crescimento económico e criar mais e melhor emprego. Se a memória não nos falha - e é importante que não nos falhe nestas alturas -, em 2015, quando este Governo se formou, criando a maioria necessária para aprovar o primeiro Orçamento, isso era considerado uma missão impossível na Europa”, aponta.

“Portugal ganhou depois a confiança das instituições europeias e é hoje considerado um exemplo”, acrescentou, apontando ainda, como exemplo do reconhecimento externo conquistado pelo país, a eleição de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo.

Outra “boa razão” para se candidatar ao Parlamento Europeu, segundo Maria Manuel Leitão Marques, é a ideia de “trazer mais Europa para Portugal em domínios como a investigação”, setor que representa, como assinala, um terço do Orçamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

“Os fundos estruturais representam 30% do investimento público. Por várias razões, precisamos de trazer mais Europa cá para dentro e incentivar todo o nosso sistema a ser mais colaborativo, trabalhando mais em rede”, acrescenta.

Sobre o trabalho desenvolvido no Governo, diz-se orgulhosa do contributo que teve a oportunidade de realizar, destacando, sobretudo, o espírito de grande colaboração e não tendo dúvidas de que a sua missão enquanto ministra da Presidência e da Modernização Administrativa fica “bem entregue” à nova titular do cargo, Mariana Vieira da Silva.

No que respeita, aliás, ao impacto da ação de cada um dos cargos na vida dos cidadãos, Maria Manuel Leitão Marques entende que ser deputada ao Parlamento Europeu é, "seguramente, tão importante” quanto ser ministra no Governo português.

“Esta é uma outra grande oportunidade na minha vida política para melhorar a vida das pessoas e das empresas”, salienta.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

19.03.2019

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019