1068

17 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Europeias 2019
“Pela Madeira vou onde for necessário ir”

“Pela Madeira vou onde for necessário ir”

António Costa esteve na convenção regional às europeias realizada na Madeira, onde garantiu estar “mesmo obcecado pelo seu país” e pelo seu povo”.

 

“O que se pede a alguém que é líder de um partido político, que ainda por cima exerce as funções de primeiro-ministro, é que seja mesmo obcecado pelo seu país". Foi assim que António Costa respondeu a quem lhe refere estar obcecado pela Madeira.

“Para mim a Madeira não é menos Portugal que o Algarve ou Trás-os-Montes. A Madeira é Portugal e estou sim, estou obcecado pela Madeira”, garantiu o líder socialista durante a convenção regional rumo às Europeias 2019, que teve lugar no sábado, na Região Autónoma da Madeira.

“E digo-vos mais: eu pela Madeira vou onde for necessário ir”, acrescentou António Costa numa alusão critica à ausência do atual presidente do Governo Regional em um dos encontros mais importantes de sempre das Regiões Ultraperiféricas (RUP), realizado no passado mês de março, em Bruxelas.

Referindo-se ao ciclo eleitoral que se aproxima “é aqui que começa a vitória”, avançou o líder socialista perante a plateia que encheu o auditório John dos Passos, na Ponta do Sol, onde estiveram, entre outros, Emanuel Câmara, Victor Freitas e o candidato socialista às eleições regionais madeirenses, Paulo Cafôfo.

“A Europa tem sido absolutamente fundamental para o nosso desenvolvimento. É a Europa que tem contribuído para o financiamento daquilo tem feito a mudança em Portugal, nas regiões autónomas, em todo o território nacional ao longo das últimas décadas”, salientou o chefe do Governo e líder do PS.

Nesta convenção regional sobre a Europa, onde o tema principal foi a Coesão Territorial, o Secretário-geral do PS sublinhou a importância que a União Europeia encerra para que a Madeira, enquanto região ultraperiférica, possa vencer "os desafios da coesão territorial, da continuidade territorial e do desenvolvimento".

Depois de realizadas as convenções regionais no Alentejo, Algarve, Região Centro e nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, o próximo encontro irá ter lugar no dia 2 de fevereiro, em Vila Real.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019