1069

18 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

PME Excelência
Pequenas e médias empresas “são a raiz, o motor e o músculo da economia”
AUTOR

João Quintas

DATA

22.04.2019

FOTOGRAFIA

dr

Pequenas e médias empresas “são a raiz, o motor e o músculo da economia”

O primeiro-ministro, António Costa, referiu o papel determinante que as pequenas e médias empresas assumem no crescimento da economia e na criação de emprego, sublinhando que “a realidade efetiva da nossa economia assenta num tecido muito sólido de PME”, pois “são estas empresas que fazem mexer a nossa economia”.

 

No seu discurso, durante a cerimónia de atribuição das distinções PME Excelência, que teve lugar no passado dia 17, em Braga, o chefe do Governo classificou as PME como sendo “a raiz, o motor e músculo da economia do país”.

O líder socialista destacou os resultados das políticas governativas, nomeadamente o crescimento económico superior ao da média da União Europeia e os 350 mil novos postos de trabalho criados nos últimos três anos, acrescentando ainda que é fundamental manter a trajetória de crescimento, bem como da redução do défice orçamental e da dívida pública.

O chefe do Governo considera, porém, que é necessário “saber resistir à tentação de dar um passo maior do que a perna, para que cada passo tenha a sustentabilidade necessária para que não se corram riscos que são desnecessários e que ninguém nos perdoaria que voltássemos a correr”, alertou.

“Quando o crescimento existe, quando se criam perspetivas de estabilidade financeira, de repente todos acham que tudo é possível, e já”, contudo, “mesmo o maior otimista sabe que não é nunca possível tudo para todos, e já”, afirmou António Costa.

 

PME Excelência

A iniciativa PME Excelência é promovida pelo IAPMEI e pelo Turismo de Portugal e visa distinguir as empresas que nos diferentes setores de atividade se destaquem pelo seu elevado desempenho económico e financeiro.

Na cerimónia, presidida pelo primeiro-ministro, em Braga, foram distinguidas com o título de PME Excelência 2.378 empresas em sete categorias: Mais Exportação; Mais Produtividade; Criação de Valor; Mais Crescimento; Empresa Gazela; Mais Emprego e Longevidade.

Na edição de 2018, o número de empresas distinguidas aumentou 22% face a 2017 e 57% em relação à edição de 2015. O conjunto das pequenas e médias empresas distinguidas com o Excelência PME 2018 integram 86.606 trabalhadores e geram um volume de negócios superior a 10 milhões de euros (mais 19,3% face a 2017), dos quais 24% derivam de exportações

A cerimónia contou, ainda, com a presença do ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e do secretário de Estado da Economia, João Correia Neves.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019