1069

18 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Legislativas
PS Açores entregou listas: Força, coerência e sentido de futuro
AUTOR

Partido Socialista

DATA

02.09.2019

FOTOGRAFIA

dr

PS Açores entregou listas: Força, coerência e sentido de futuro

“Força, coerência e sentido de futuro, são as três ideias que resumem bem a razão pela qual nós estamos a apelar às açorianas e aos açorianos para votarem no Partido Socialista no próximo dia 6 de outubro”, sublinhou o presidente do PS/Açores na entrega da lista de candidatos pela Região às eleições legislativas, que decorreu na passada semana no Tribunal de Ponta Delgada.

 

Vasco Cordeiro destacou, na ocasião, a força assente na candidatura socialista, que se deve, por um lado, “ao trabalho desenvolvido pelo Partido Socialista no Governo da República ao longo dos últimos quatro anos”, que se repercutiu também “com resultados concretos em benefício das açorianas e dos açorianos”, e, por outro, ao facto de “esta ser a candidatura que representa todas as ilhas da nossa Região”.

“Nós hoje estamos aqui a dizer que queremos que o Partido Socialista ganhe as próximas eleições, porque efetivamente o Partido Socialista ao longo de quatro anos foi aquele partido que, no Governo da República, desde logo, tomou medidas, resolveu questões pendentes e fez também a diferença na vida dos Açorianos”, afirmou.

Vasco Cordeiro destacou também a distinção entre o PS e outros partidos, em relação às suas lideranças nacionais. “Há pouco mais de três meses disseram que não reconheciam a importância e o valor dos Açores e hoje apresentam-se com um autêntico exercício de desfaçatez, dizendo que afinal querem que essas lideranças ganhem as eleições e que sejam, no caso concreto do dr. Rui Rio, o próximo primeiro-ministro de Portugal. É preciso não esquecer que o dr. Rui Rio foi aquele que disse que os Açores apenas valiam cerca de 12 mil votos. Está nas mãos dos açorianos dar resposta nestas eleições”, acentuou.

Referindo-se depois ao sentido de futuro, o presidente socialista açoriano lembrou o que ainda falta fazer e que pode ser feito em benefício da Região, “em áreas muito diversas, desde o Mar à própria estruturação da nossa Autonomia, até à importância da ciência e do conhecimento na criação de riqueza e de postos de trabalho na nossa Região. É por isso que nós estamos aqui”.

 

Determinação pelo desenvolvimento do país e em defesa dos Açores

Já a cabeça de lista do PS, Isabel Almeida Rodrigues, referiu ser esta candidatura composta por pessoas com provas dadas e, sobretudo, “com grande determinação para ao longo dos próximos quatro anos continuarem a lutar pelos interesses e em defesa dos Açores e dos açorianos”.

“As próximas eleições são muito importantes para o país e para a Região. Para o país, porque consiste em decidirmos se queremos que o País continue na senda da confiança e do desenvolvimento. Para a Região, se queremos continuar a ter na República um Governo com sensibilidade para entender as nossas especificidades e que esteve ao nosso lado e nos ajudou a resolver muitas das questões, sem prejuízo do enorme trabalho que há ainda para fazer”, referiu.

Demonstrando confiança na lista de candidatos que o Partido Socialista apresenta às eleições legislativas nacionais, o mandatário regional, Ricardo Serrão Santos, referiu, por seu lado, que esta é uma lista composta por “pessoas que têm de facto uma competência e uma experiência em áreas que são fundamentais para os Açores”.

“Tenho a certeza de que saberão defender a região dos Açores e contribuirão certamente para aquilo que é o objetivo do programa do Partido Socialista, uma boa governação. Contribuirão também para aspetos que têm a ver com a governação nacional e a posição de Portugal e da Região na Europa e no Mundo”, referiu.

 

 

AUTOR

Partido Socialista

DATA

02.09.2019

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019