1068

17 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Vieira da Silva
PS demonstra coragem ao assumir o desafio demográfico

PS demonstra coragem ao assumir o desafio demográfico

“A prioridade atribuída à demografia foi um ato de coragem” e de “lucidez” do Partido Socialista, considera o ministro José António Vieira da Silva.

 

“Foi um ato de coragem” o facto de o Partido Socialista ter dado prioridade à temática da demografia, “porque é um tema difícil, já que não tem resposta única, exigindo uma ação multidisciplinar”, disse este sábado José António Vieira da Silva.

“Mas também coragem porque não é muito comum nos partidos da esquerda abordarem temas desta natureza, por razoes históricas que não vou agora desenvolver”, acrescentou o dirigente socialista. 

“As políticas de família e as políticas de apoio à natalidade só tardiamente entraram na agenda política, até do PS, ainda que tenha sido dos primeiros a compreendê-lo”, disse.

O governante lembrou que “entre 2006 e 2012, as estimativas da União Europeia para a nossa demografia a prazo mais longo, por exemplo a 50 anos, sofreram uma mudança de cerca de três milhões de pessoas. De uma estimativa de 11 milhões de pessoas, passámos a oito milhões de pessoas”.

De acordo com Vieira da Silva, a adoção do desfio demográfico como eixo programático revela, também, “lucidez” por parte do PS, visto que a sustentabilidade das políticas “é questionada pela evolução demográfica”.

“Mas há outra dimensão: Temos de reconhecer que em Portugal há um enorme diferencial entre os filhos que os portugueses gostavam de ter e os filhos que os portugueses podem ter. É a redução dessa diferença que justifica a ação política”, afirmou o ministro do Trabalho e da Segurança Social.

 

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019