1069

18 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Ana Catarina Mendes
Recuperação do setor da restauração mostra que proposta do PSD para aumentar o IVA seria um erro
AUTOR

Partido Socialista

DATA

11.04.2019

FOTOGRAFIA

dr

Recuperação do setor da restauração mostra que proposta do PSD para aumentar o IVA seria um erro

A Secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, defendeu ontem que a recuperação do setor da restauração, para a qual contribuiu decisivamente a descida do IVA no setor, pelo atual Governo, é bem demonstrativa do quanto o PSD estaria equivocado na sua intenção de voltar a subir o imposto.

 

“Aquilo que o PS constata é que a descida do IVA permitiu que o setor não só recuperasse do ponto de vista económico, mas também criasse 50 mil postos de trabalho e isto é fruto de muito trabalho, do cumprimento de uma promessa que o PS tinha feito a este setor, mas também do envolvimento dos agentes no terreno para que o setor não morresse”, afirmou a dirigente socialista, no final de uma visita à AHRESP - Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, em Lisboa.

Para Ana Catarina Mendes, os resultados conseguidos permitem mostrar “como o dr. Rui Rio e o seu assessor económico estão profundamente enganados quanto à intenção de voltar a subir o IVA”.

Recorde-se que reposição do IVA da restauração, voltando a aumentar este imposto para os 23%, é uma das propostas apresentadas pelo porta-voz do Conselho Estratégico Nacional do PSD, de Rui Rio, um caminho que a dirigente socialista faz questão de evidenciar que é a própria realidade económica a demonstrar estar errado.

“Sempre que o PSD esteve no governo aumentou o IVA e isso trouxe um definhamento deste setor, designadamente ao nível dos postos de trabalho. Hoje, o que se reclama também, neste setor, é a necessidade de mais mão-de-obra para um setor que está a crescer significativamente. É esse o caminho que o PS trilhou e é esse o caminho que vamos continuar a seguir”, salientou.

Ana Catarina Mendes recordou, ainda, o “compromisso” que o PS fez em 2015, de “que, sendo governo, baixaria a taxa do IVA da restauração”.

“Essa promessa foi cumprida e o que foi permitido perceber nesta reunião com a AHRESP foi que estávamos corretos quando anunciámos essa medida, estivemos corretos quando a concretizámos e continuamos a acreditar que esta medida trouxe uma mais-valia para a economia portuguesa”, assinalou.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

11.04.2019

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019